Projeto Brincar

Neste projeto, o objetivo principal é promover o desenvolvimento de habilidades e competências pelo brincar. Como bem já disseram os médicos, poetas, escritores e educadores, criança foi feita para brincar e, se der tempo, aprender a ler, escrever e contar… Claro que estes pensadores não colocaram o fato das crianças se preparem para a alfabetização em segundo plano, mas sim compreendem que para uma criança desenvolver suas potencialidades na área da aprendizagem formal, precisa passar, primeiro, por experiências lúdicas. Brincar é coisa séria demais.

Sabendo que brincar é das metodologias mais eficazes e educativas que um projeto social pode implantar no seu atendimento a crianças entre seis e 10 anos, o GEAA escolheu oferecer oficinas de brincar que colaboram com a aprendizagem integral das crianças, incluindo aí a aprendizagem escolar.

O bairro Palmital é um dos bairros que enfrentam maiores desafios na garantia de direitos de suas crianças e adolescentes. Por causa disso, pensando nas crianças que não estão na escola em tempo integral, o GEAA atende 30 crianças entre 06 e 10 anos, no turno da manhã, com necessidade de serem protegidas de ficar sozinhas em casa ou na rua. E a melhor metodologia encontrada para acolher essas crianças se baseia na proposta apresentada pelo MEC: “Brincar como forma de ser e estar no mundo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *